29 de out de 2014

A idade da mulher e suas chances de engravidar

Oi meninas tudo bem?Espero que sim!

Mais uma vez quero agradecer pelos ótimos conselhos que vocês estão me dando!É ótimo poder aprender um pouco com quem entende mais do assunto e também saber que não sou a única no vácuo também né?rsrs.
Bom,o assunto de hoje é sobre a idade da mulher e suas chances de engravidar.Desde quando eu comecei a pensar em ter filhos,essa questão da idade vem me preocupando.Sei perfeitamente como a idade pode afetar na fertilidade.É duro,é cruel,mais temos que aceitar isso.Os homens também sofrem com infertilidade com a idade,embora as chances deles são bem maiores que as nossas.
O motivo da minha preocupação é que tenho 28 anos e me disseram que a idade de maior fertilidade é entre os 20 aos 24 anos,E com o passar do tempo, as chances de engravidar caem drasticamente, e a probabilidade de enfrentar problemas de fertilidade aumenta de forma significativa,principalmente depois dos 30 anos.E ao que tudo indica minhas chances são de 65%.Tenho um caso de infertilidade na minha família,o que me preocupa ainda mais.A irmã mais nova da minha mãe não pode ter filhos.
Enfim... pesquisando um pouco sobre o assunto encontrei uma matéria que achei interessante compartilhar com vocês que assim como se preocupam com a idade para engravidar.



.................. Atenção!!!O post a seguir foi retirado do blog Mãe a Flor da pele e reproduzido na integra abaixo.Todos os créditos são reservados ao mesmo.............................................................................


Com o passar dos anos, os níveis de fertilidade de uma mulher vão caindo. Por volta dos 35 anos, às chances de engravidar mais rapidamente caem, bem como aumentam as taxas de perdas ovulares.
O fato da questão é que idade e fertilidade estão diretamente relacionadas. Não há outra maneira de esclarecer essa questão, e nenhum outro fator afeta a fertilidade, tanto quanto a idade.
Como já dissemos antes, cada mulher nasce com um determinado número de óvulos, e à medida que envelhecem, o número de óvulos restantes diminui. Isso torna cada vez mais difícil engravidar. No momento em que uma mulher chega a 30 anos de idade, cerca de 90% de seus óvulos já foram eliminados, e a partir dos 35 anos, os óvulos que restam já não tem mais tanta qualidade quanto os que foram liberados nos primeiros anos de vida fértil. É a partir de então, que a fertilidade da mulher começa a diminuir.


Engravidar com mais de 20

É o momento mais propício. Nesse ponto os hormônios já são liberados ordenadamente, o corpo já se ajustou para receber uma nova vida e os ciclos já se apresentam mais regulares.
É dos 20 aos 30 anos que os melhores óvulos são liberados pelo ovário. A natureza do nosso corpo entende que é o momento ideal para liberar óvulos saudáveis, por isso as chances de aborto ou mesmo de alterações cromossômicas são bem menores.
É dos 20 aos 30 anos que uma gravidez tem a possibilidade de acontecer mais rapidamente.


Engravidar com mais de 35

Não é possível afirmar que mulheres com mais de 35 ou mesmo com seus 40 anos, é incapaz de conceber, mas é fato que pode ser tornar um pouco mais difícil, ou demorar um pouco mais. Isso não significa que essas mulheres tenham que ter seus filhos em seus vinte anos, só que devem estar cientes das dificuldades de fertilidade e dos problemas que podem chegar quando decidem engravidar mais tarde.
A maioria dos médicos concorda que 35 anos é um verdadeiro ponto chave quando se trata da fertilidade feminina. É a partir dos 35 anos que as chances de aborto começam a subir.
Há também um grande aumento na chance de ter um bebê com alterações cromossômicas e problemas como a síndrome de Down . Mulheres com mais de 35 também são muito mais propensas a ter uma gravidez ectópica do que as mulheres mais jovens.
Por outro lado, não existe motivo para desespero e grandes preocupações, há que se falar das dificuldades sim, elas não podem estar ocultas, porém temos hoje muitos recursos que favorecem não só a qualidade dos óvulos, como a saúde de um modo geral. Não hesite em recorrer a qualquer recurso disponível, que garantam suas chances de ser mãe.
O mundo moderno traz consigo muitas dificuldades para nosso corpo, mas traz também boas soluções. Evolução é isso, é melhorar o que pode ser melhorado, e consertar algo que por ventura tenha “quebrado” em consequência do avanço ou das modificações que foram necessárias para que pudéssemos seguir.


Qual é a porcentagem de chances de engravidar para cada faixa etária?

Quais são as chances reais, você deve estar se perguntando. Bem, os médicos dizem que Até os 30 anos, um casal saudável tem cerca de 26% de chance de engravidar a cada ciclo, esse número cai para 15% após os 30.
Dos 20 aos 26 anos existem 75% de chances de gravidez por ano, dos 26 aos 30 algo em torno de 65%, dos 31 aos 35, 50% de chances 36 a 40 apenas 12% e aos 45 anos as chances podem girar entre 8 e 1%.


Quando consultar um médico
O melhor conselho para as mulheres que estão tentando engravidar com mais experiência de vida, é sempre consultar um médico, principalmente se já estiver tentando a mais de 6 meses. Existem além de medicamentos, vitaminas e ervas, novas tecnologias disponíveis para fazer do seu desejo uma doce realidade. Após os 35 anos, não espere um ano para procurar ajuda médica. Embora cada mulher tenha necessidades diferentes com base em uma tonelada de diferentes fatores, é importante buscar ajuda no momento certo.


Pé no chão e esperança no coração!


.......................................................................................................................................................

Então é isso meninas.Alguém mais se preocupa com essa questão de idade para engravidar ou não?



Beijos no ♥

27 de out de 2014

A difícil vida de desejante

Aí gente tem horas que eu me sinto tão perdida!!A impressão que tenho é que comecei esse blog sem saber direito no que estou fazendo.Mentira,eu sei!Mais a verdade é que tem horas que me perco profundamente nesse mix de sentimento que ando tendo.


Comecei esse blog para falar um pouco sobre a minha vontade de ser mãe.Sou desejante a quase dois meses e pelos meus planos serei até maio de 2015.Só aí então serei tentante.É que eu e o marido decidimos que seria melhor começar a encomendar o baby pra cegonha no ano que vem por alguns motivos.Um deles  é que meu marido saiu do emprego dele a alguns meses e queremos que ele se firme bem no próximo que ele encontrar.Também iremos aumentar a casa para poder receber uma criança que precisa de espaço.E o outro motivo é que estamos planejando que o bebê nasça no mês (se possível no mesmo dia) que meu marido - 20/02/2016.Eu sei que esse plano pode falhar,mais...
Acho que tenho um perfil diferente de futura mãe.Não me perguntem o porque,só acho.Uma vez me falaram que quando o instinto materno se aflora não tem jeito de segurar.Acho que é o que está acontecendo comigo no momento.Sinto que esse tal instinto materno está começando a dar sinais de que quer sair... E tá saindo!Dia após dia ele cresce ainda mais.Tem horas que me sinto meio incomodada com essa situação toda porque eu já não consigo pensar em mais nada.Todas as vezes em que eu pensava em qual mês seria, ou não, para um possível começo de me tornar tentante, eu estava pensando somente na minha vida.É meio que egoísta eu sei.Penso em qual mês eu teria menos dívidas, qual mês eu teria mais chances do bebê nascer na data tal, depois de qual mês eu já teria feito isso ou aquilo. Eu, eu, eu. E o bebê? Eu pensei nele em algum momento?
Falei que decidimos por tentar em maio de 2015 mais ando pensando(eu sei,eu estou pensando demais né?) se é o momento certo ou se é só mera ansiedade.E se fosse pra ser só em setembro? Sei que o positivo não é 100% garantido de primeira.Sei também que eu não tenho o controle de nada.Mais e se ao invés de ser em maio o bebê quiser chegar só daqui dois anos? E se ele quiser chegar exatamente agora??
Eu percebo que algo mudou dentro de mim.Já me imagino grávida e com o nenenzinho nos braços.A maternidade está presente nos meus planos desde sempre, eu acho.E revirando o passado lembro que sempre afirmei que seria mãe aos vinte anos.Quando criança sempre brinquei de boneca.Pra falar a verdade brinquei até os meus 15 anos.Minha brincadeira predileta?ser mãe.Ninava uma boneca que nem um bebê de verdade.Dava banho,comida e levava para passear.Eu conversava tanto com as bonecas, que minha mãe dizia que esperava o dia em que elas fossem me responder, rs.
Não sei explicar quando esse sentimento materno surgiu. Sei que é uma vontade muito forte, que só fez crescer depois que me casei – e para minha felicidade, o pai em questão é super a favor do assunto -.É uma vontade tão real que é quase palpável.
Bom,eu e o marido estamos conversando muito a respeito.Sobre um monte de coisa em relação ao nosso futuro,mais claro que o assunto mais falado é do futuro baby.E sabe o que é mais engraçado nisso tudo?É que antes eu não me sentia muito bem em falar sobre meu lado materno,com ninguém,mais ninguém mesmo.E agora o assunto vem se tornando tão natural e real pra mim.E assim chegamos a decisão de um mês ideal para isso. E não que eu me sinta obrigada a decidir e bater o martelo de forma definitiva, tudo pode mudar a qualquer momento, eu sou mestra em mudar os planos.
Parece que o mundo conspira a favor de uma gravidez minha.Eu já cheguei a comentar isso aqui,mais definitivamente o mundo está 'grávido'.Como eu cheguei a essa conclusão?Bom... Daí você sai e pra onde quer que você vá,avista uma grávida,ou uma mulher com recém nascido nos braços.No supermercado,na padaria,na farmácia,no ponto de ônibus e até indo votar.... hahaha.Você finalmente chega em casa,liga a TV para se distrair e nos jornais as notícias são: "mulher engravida de quatruplos".'Artista tal espera o seu segundo filho","Artista Y planeja gravidez em 2015".Como se não parasse por aí você tenta dormir um pouco e seus pensamentos decidi te agoniar só um pouquinho mais e você revira pela cama pensando no bebê que nem existe ainda.A pressão da família também aumentou nos últimos meses.Na verdade depois que me casei essa cobrança já existia.Sabe como é né,é aquela velha história:"Quando você está namorando,te perguntam quando vão casar.Aí quando você se casa,te perguntam quando irão ter os filhos."Notei também uma leve vontade que minha mãe teve em ser avó.Não sei se estou ficando louca,mais tive essa impressão.
Bom... esse assunto de pressão familiar eu deixo para outro dia porque já falei demais para o meu tamanho.


Beijos e até!

22 de out de 2014

Um sentimento estranho!

Olá!!

Bom meninas,quero dar boas vindas as novas seguidoras do blog ;)Sejam bem vindas e que esse espaço seja uma troca de experiência umas com as outras.A cada dia que passa eu aprendo mais com vocês.Como esse mundo é novo ainda pra mim eu meio que me confundo com alguns termos usados,rsrs.Eu achava que pelo simples fato de já estar pensando em ter filhos me fazia ser uma tentante #sqn kkkk. Aprendi um novo termo!!!A Thalita Loraynny  me explicou que sou desejante e não tentante hehe... Ainda vou aprender tudinho ;)

Enfim... Vamos ao post de hoje...

Já faz um tempinho que estou com os pensamentos fervilhando aqui.Já fazem uns dias que eu sinto em meu íntimo que passei do estágio mulher sem filho para treinante ops desejante.E é um sentimento meio estranho,chega a ser até confuso e dar um nó na cabeça.As vezes acho que vou enlouquecer.E desde então vivo uma mistura louca de sentimentos entre eles o medo.


Eu sempre quis ser mãe,mais eu nunca sabia quando eu ia tomar essa decisão.Mais sabia que quando eu tomasse seria algo muito intenso ao ponto de não pensar em mais nada a não ser em ser mãe!!!Eu sou do tipo de pessoa muito, mais muito ansiosa.Quero tudo pra ontem.E ao mesmo tempo que eu quero muito eu tenho medo do que possa acontecer.São sentimentos que as vezes eu até tenho vergonha de dizer pois sei que de alguma forma poderão pensar que estou sendo egoísta,e expor isso na internet não é algo tão simples assim.
Eu tenho medo de engordar e ficar parecendo uma bola. Eu tenho medo de ficar velha. De deformar o corpo, de não estar preparada, de não sair como eu e meu marido planejamos, de não ter mais tempo pra cuidar de mim. E por favor não pensem que estou sendo muito egoísta, mas eu tenho medo.Mais por outro lado acho que eu até demorei demais pra ter um filho.Mais eu também estou muito consciente de como tudo pode acontecer.Eu sei também que gerar uma vida é algo sublime,incrível... mais é uma mudança muito radical para a mulher, e eu sei que vou ser A MÃE, por isso o meu medo.

E aí meninas,esse sentimento é normal ou não?Alguma de vocês também passaram por essa situação?

Beijos

20 de out de 2014

Ensaio de Recém-Nascido | Eu quero isso!!!

Olá meninas!

Primeiramente quero agradecer aos conselhos que me deram sobre o post anterior.Me ajudaram bastante!!

Hoje eu vou começar a falar sobre coisinhas que eu quero fazer quando meu baby chegar ao mundo.E uma dessas inúmeras coisinhas é o ensaio NEWBORN (Recém - Nascido).Gente eu fico pensando cá com meus botões como as coisas hoje em dia são incríveis... E como o mercado gosta de inventar moda!Cada hora uma novidade nova.Antigamente não se tinha essas coisas né!A indústria do casamento que por muitos anos eu acompanhei segue forte e do mundo dos bebês não fica muito atrás não!Tenho que admitir que é uma indústria que se alimenta do sonho das pessoas,mais se você tem condições não vejo o motivo para não fazer!
A modinha da vez é o ensaio fotográfico feito com recém - nascidos que vem ganhando muitos adeptos mundo a fora.Para quem não sabe o ensaio  NewBorn, é aquele feito nos primeiros dias de vida do bebê.Quando olhamos as fotos, não podemos imaginar todo o preparo que é feito por trás daquelas lindas fotos.Uma vez eu vi uma reportagem na TV sobre o assunto.Se engana quem pensa que é só chegar e colocar o bebê naquela posição e tirar foto e pronto.Tem todo um preparo por detrás das câmeras,mais verdade seja dita,o resultado fica lindooo né amigas? Separei algumas dicas que encontrei em sites aleatórios relacionados ao tema.Bora saber como é feito todo esse processo de tirar essas fotos mara?



PREPARATIVOS

Antes de tudo, é aconselhável que o ensaio tenha apenas os pais presentes. Segundo os fotógrafos, ter uma platéia pode atrapalhar os cliques pois o bebê absorve a agitação do ambiente. É importante também amamentar o bebê 30 minutos antes do ensaio começar e deixá-lo apenas com a fraldinha, para evitar que o corpo fique marcado pelas roupas (principalmente as extremidades: toucas, luvas e meias apertadas)..



ONDE É REALIZADO

Normalmente o ensaio é realizado na casa dos papais, para minimizar a agitação do transporte e promover o bem-estar do bebê. É necessário afastar os móveis e escolher o ambiente mais claro. É importante também ter uma limpeza prévia do ambiente.


QUANTOS DIAS O BEBÊ TEM QUE TER

Este é um dado importante, pois muita gente resolve fazer o ensaio quando não é mais orientado fazer, pois o objetivo não será alcançado. O recomendado é que tenha entre 5 e 14 dias a contar do nascimento, pois nesta fase os bebês são bem sonolentos e o corpinho é totalmente moldável, permitindo as poses incríveis que costumamos ver nos ensaios.



QUANTO TEMPO DURA O ENSAIO

Pasmem: de 2 a 4 horas, apenas. Eu pensei que demorava bem mais, exatamente por que os bebês costumam ser imprevisíveis. Mas este período é mais do que suficiente. O fotógrafo vai no horário que o bebê mais dorme, por isso é importante que você observe isso desde o dia do nascimento do bebê, para garantir o sucesso do ensaio. Há paradas para mamadas e com certeza o bebê irá fazer xixi ou coco. É normal. Alguns fotógrafos providenciam um climatizador de ambiente também, para a temperatura ficar bem agradável para o bebê e ele dormir profundamente, já que algumas poses só são possíveis durante a fase do sono profundo.


ACESSÓRIOS

Normalmente o fotógrafo leva muitos acessórios, mas não custa perguntar, né. Você também pode inserir os acessórios que quiser, sem problemas.


OS PAPAIS TAMBÉM SÃO FOTOGRAFADOS?

Sim! A não ser que os papais não queiram, mas fica muito lindo. A orientação é que a roupa seja preta ou o mais neutra possível, afinal de contas a estrela do ensaio é o bebê, né?

PREÇO


Hum... Essa é a hora da verdade!!!O preço varia muito de profissional para profissional e de região para região. Estima-se algo em torno de R$ 500,00 sem álbum até R$ 2.000,00 com álbum. Pesquise muito.Acredito que vale a pena pesquisar bastante e pechinchar se for o caso. Também é possível fazer pacotes do Ensaio de Gestante + Ensaio NewBorn para ganhar descontos.Faça essas pesquisas antes do neném nascer.

Agora que tal babarmos um pouco com essas fotos encantadoras hein?Preparem-se para o excesso de gostosura em 3,2,1!!!

E esse biquinho gente?♥

Fofura demais ♥

Minha preferida ♥



Que sorrisinho mais guti!!!owwwwh

Quem vai resistir a esse anjinho?!♥


Gostaram?E vocês futuras mamães vão aderir a mais nova moda do momento?Eu sim =D

Beijos

PS: Fotos retiradas do Google

16 de out de 2014

Planejando minha gravidez

Olá meninas!

Bom,como já comentei aqui no blog desde o princípio eu quero planejar a minha gravidez.Eu e o maridon conversamos e chegamos a conclusão de que iremos tentar 'fabricar' um bebezinho no ano que vem.Isso significa que desde agora já preciso tomar algumas providências para poder deixar meio caminho andado.Já sei que tenho que dizer para minha ginecologista sobre os meus planos de engravidar em breve para saber se está tudo ok comigo.



Algumas coisinhas genéticas da minha família me preocupa um pouco.Pra começar tenho um irmão que tem uma deficiência na perna.Nada que possa atrapalhar na locomoção dele,mais ele puxa muito das duas pernas devido a dificuldade que ele tem em dobrá-las ao andar.Descobrimos que o genes defeituoso é do meu pai e que provavelmente afeta mais o cromossomo Y.Inclusive tenho mais dois irmãos por parte de pai.Uma moça e um rapaz que também tem esse mesmo probleminha que citei do meu irmão.Já eu e minha irmã 'torta' nascemos sem problemas.
Da parte do meu marido temos duas situações.Primeiro que ele tem um irmão gêmeo e isso significa que é grande a possibilidade de uma possível gravidez gemelar de minha parte.Segundo que ele tem um outro irmão,mais novo que ele,que tem alguns problemas de saúde.Ele tem esquizofrenia e também problemas auditivos.Enfim... o histórico de nossa família me preocupa um pouco.Nada que tire o meu sono,mais sim,me preocupa.
Nos meus últimos exames preventivos que fiz o resultado foi normal.Somente uma infecção que segundo a ginecologista é normal e que toda mulher tem e que não é necessário tratá-la com remédios.Nos últimos dois anos não houve nenhuma alteração com relação a isso então não há o que me preocupar.Não fumo e não bebo.Também não tenho problemas com má alimentação.
"Quero começar a tentar engravidar."Essa frase me dá um frio na barriga.Isso é normal meninas?Eu sinceramente não sei.Toda vez que penso ou falo sobre esse assunto esse friozinho começa na barriga.Ainda estou me acostumando com esse mundo novo com tanto vocabulário diferente como AC,AF,DC,GO,IG e por aí vai.... rsrsrs.
Enfim... Já estou ciente dos cuidados que tenho que tomar.Uma coisa eu preciso fazer com certa urgência que é começar a fazer algum exercício físico.Não que seja sedentária,mais também não tenho nenhuma atividade física e para piorar engordei 4 quilos nos últimos meses e não estou gostando disso.Tenho que voltar ao meu peso de antes e tentar manter.Acho que vou começar a fazer uma caminhada,só pra começar,hehe.Abaixo achei uma imagem bastante explicativa


Bom meninas,é isso.Decidimos em tentar no ano que vem. Talvez em fevereiro, depois do carnaval,pois se tudo der certo e se eu conseguir engravidar de primeira,a ideia é que o bebê nasça no final do ano e depois de completarmos 2 anos de casados.Gostaria muito que vocês me dessem algum conselho.Vou adorar saber o que vocês tentantes mais experientes fizeram quando decidiram por engravidar!;)

Um grande beijo e até a próxima!

13 de out de 2014

Planos,planos e mais planos!

Hello queridas!

Como vocês estão?Por aqui tá um calor que não tô me aguentando!E para piorar esse povo desocupado que coloca fogo no mato deixa o ar ainda mais pesado... Cof cof!

Bom,é incrível como parece que o destino está conspirando a favor!Hoje fui fazer as compras do mês com meu maridinho.E sabem o que aconteceu?Em cada 10 pessoas que eu via no supermercado 8 eram mulheres grávidas ou com bebês recém - nascidos no colo.O que é isso Brasil???hahaha.Tenho que confessar que ando tendo umas conversas séria com papai do céu.Será que essa é a maneira que ele encontrou de me alertar que essa é a hora?


Brincadeiras a parte a vontade e os pensamentos só fazem aumentar por aqui.O final de semana  o assunto foi só sobre ter bebês hihi :) Sobre o que iria mudar na nossa vida,como vamos fazer o quartinho,essas coisas sabe?Acho engraçado essa vontade surgir agora,a essa altura do campeonato.Imagina...Eu pensando em ser mãe?Tá... Em partes a culpa é do meu marido!Tenho tantos outros planos ( estudar, trabalhar, viajar...), mas desde que comecei a pensar no assunto não consigo mais parar ... E é tão louco isso!
Me perco nesses pensamentos e por hora me pego pensando em ser mãe, na minha família e até nos nomes dos filhotes(que ainda nem existem).Bom,não vou mentir que eu sempre quis ficar grávida, ter barrigão, enjoos e desejos malucos, passear pelas ruas segurando a barriga,de sentir um bebezinho dentro de mim.Confesso também que estou mega empolgada com toda essa 'loucura'.Percebi que tudo isso deu um sabor novo a tudo sabe.... só de imaginar que assim que Deus permitir iniciaremos uma nova fase em nossas vidas ...E eu, que tenho tantos planos para o futuro fico aqui.... tô amando tudo isso e fico por horas visitando site de gestantes e os blogs das tentantes.E amando mais ainda esse cantinho, porque sim...SÓ CONSIGO PENSAR NESSE ASSUNTO....
Desde que começamos a pensar em nosso futuro baby surgiram várias indagações nessa minha mente fértil...
E uma delas era se deveria, ou não, criar o blog, pois,pensava que isso me deixaria ainda mais ansiosa
mas, que nada! Acho que virou até uma terapia... Tô adorando fazer novas amizades e conhecer outras tentantes e poder saber um pouco mais da história de cada uma.As ex-tentantes (agora gravidinhas ou mamães)... também me inspiram,e muito!Então... nada de encanar, pelo menos por enquanto né ;)
Bom,o meu futuro eu já coloquei nas mãos de Deus e são só planos, eu sei, mais nada me impede de acreditar neles e por gostar tanto da ideia postei aqui, pra que daqui algum tempo eu me lembre desse sentimento bom!Sei que não estou sozinha não é, meninas?E o que eu desejo para todas nós é que essa vida de treinante já tenha dia e hora pra acabar e que venham os nossos tão esperados positivos!!!!


Boa sorte a todas nós!

10 de out de 2014

Você está pronta para ser mãe?

Oioi pessoal!!Quero agradecer pelas boas vindas ;)

"Você está pronta para ser mãe?"


Essa é a pergunta que eu estou me fazendo nos últimos dias!Será que estou pronta?será que é esse o momento?Ai dúvida,dúvida cruel!!!
Bom,devido a essas minhas dúvidas agora ando fuxicando os sites de gravidez e coisas relacionadas.Aí em uma dessas andanças ao Google eis que descubro esse site onde se pode fazer um 'teste' para descobrir.Tá,eu sei que essas coisas não funcionam né,mais tava sem fazer nada e fiz o tal teste.Quer saber qual foi o meu resultado?Bom... vejam vocês mesmas


É minha gente... Segundo esse site eu estou PRONTA PARA SER MÃE!!!Será???Não sei!Quem sabe!O que eu sei é que estou tipo assim,confusa!É tanta informação de uma só vez que parece que minha cabecinha vai POOOM... Explodir!
Dia desses eu trolei o meu marido.Fiz uma pegadinha.Falei pra ele que tava grávida,só pra ver qual seria a reação dele.E não podia ser diferente!Ele quase chorou tadinho!Bom,primeiro ele desacreditou.Ficou me olhando com aquela cara de desconfiado.Depois fez cara de 'meu Deus e agora!' e depois começou a acariciar minha barriga já querendo marcar o pré-natal e tal.Foi aí que eu parei com a brincadeira porque vi que ele já estava levando a sério.
Lógico que depois que contei que era uma brincadeira (sem graça,eu sei) ele fez cara de desapontado.Ele nunca me escondeu a vontade dele de ser pai.E depois que nos casamos ele me fala isso quase que todo o santo dia.Hoje mesmo qual foi a primeira coisa que ele me disse quando acordou?"Luh,eu quero ser pai!!"... Eu também quero gente,só não sei se esse é o momento certo.Tem uma filhinha de um colega do meu marido que garrou em mim.Ela deve ter seus 2,3 aninhos mais o fato é que quando ela me vê nem quer saber da mãe dela mais.Virou meu xodozinho ♥ Aí já viram né,começou os comentários do tipo: Tem neném pra nós?Tá chamando neném hein,fica esperta Luh!
Sem contar as primas que andam tendo sonho comigo grávida!!!


Quando penso nisso logo me vem mil coisas na cabeça.Sabe aqueles prós e contras?pois é,é tipo isso.Dúvidas, medo, ansiedade e expectativas. E fico horas refletindo sobre os impactos da maternidade na minha vida.Fico me perguntando até que ponto a minha vida iria mudar,se vou dar conta tendo um ser tão importante dependendo de mim em tempo integral para educar e torna-se um homem ou mulher de bem... Chega a ser assustador!Fico pensando nessa coisa de louco que é ser mãe.Será que eu vou conhecer esse tal amor incondicional?
São essas mudanças que acontecem que me deixa assustada mais ao mesmo tempo extasiada.Sei que depois será difícil ter uma rotina como antes.Coisas bobas do dia a dia podem se tornar mais complicadas.Trabalhar,sair já não serão mais tão importantes quando se tem um bebezinho em casa.Essa coisa de "Ah... diga Adeus a balada!" nem me importa tanto.Eu nunca fui de sair de casa mesmo.Mais sabe aquele domingo chuvoso que você quer ficar dormindo até o meio dia e ficar de bobeira na cama?Ou ter que acordar ás três da manhã pra trocar a fraldinha ou dar de mamar?isso sim me preocupa hahahaha.
Ai gente,parece loucura tudo isso que tô falando mais é isso que está acontecendo comigo.Sou uma mulher que quer sim ter um filho mais que tem muito medo dos impactos da maternidade e que não sabe qual o momento certo de dizer:Agora sim é a hora certa pra ser mãe!!!

9 de out de 2014

Pensando em ser mãe!

Olá!

Esse é minha primeira postagem no blog!E para quem não me conhece ainda,vou fazer uma rápida apresentação.

Meu nome é Luciene,mais todos me chamam de Luh.Sou dona do blog Diário de Uma Noiva,criado em 2012 quando eu estava pensando em me casar.Pois bem... o tempo passou,eu me casei e agora estou pensando em ser mãe!Dividi com minhas leitoras todo o meu preparativo para subir ao altar.Meus sonhos,desejos,medos e anseios e pretendo fazer a mesma coisa só que no mundo voltado para as mamães!
Aí você deve estar se perguntando:Pensando em ser mãe?hãn?Oi?Pode parecer estranho mais eu quero ter uma gravidez planejada.Conheço várias mães que tiveram uma gravidez não planejada.Umas levaram numa boa,outras nem tanto,mais o fato é que quero planejar.Sou do tipo de pessoa que planeja nos mínimos detalhes tudo o que vai fazer e claro que para se ter um bebe não seria diferente.


Sempre tive o desejo de ser mãe.Mais também tenho que confessar que ao mesmo tempo que o desejo existe ele se divide com o medo.Talvez seja o medo de me sentir despreparada para assumir um cargo tão importante.Medo de não dar conta,de não ser capaz... Essas coisas.
Sempre tive uma relação muito boa com as crianças em principal com bebes.Mais aí é aquela coisa né,filho dos outros é outra história.O fato é que nesses últimos dias ter um filho não sai dos meus pensamentos.Meu marido quer e sempre me pedi isso.Minha família também me cobra isso.Já cheguei a ouvir que se eu não arrumar agora depois dos 30 fica mais difícil.A questão é que já estou com 28 anos e o medo de não conseguir ter filho já começa a me assombrar.
Não sei explicar se estou me sentindo 'pressionada' ou se esse desejo que a muito tempo se adormeceu dentro de mim agora resolveu despertar.Outro dia me peguei imaginado como seria o chá de fraldas do meu futuro ou futura Filho(a).Pode isso gente?nem estou gravida e já tô pensando no chá de fraldas hahahaha.Será que eu já posso me considerar uma 'tentante'?Não sei viu.Não estou tentando ter um filho,apenas estou refletindo e muito sobre essa questão.Também não parei de me prevenir então... Acho que posso me considerar uma futura 'tentante' ;)
A verdade é que se eu já estou pensando já um grande passo para ter.Tenho que me preparar física e psicologicamente,pois sei que a vida da gente muda depois da gestação e acho que é essa mudança que me assusta tanto.Não sei se quero esperar muito tempo.Estamos ainda mexendo com construção de casa e até ficar tudo pronto vai demorar.Mais também não sei estipular qual é o momento certo de engravidar.O que sei é que coloquei nas mãos de Deus em minhas orações.Ele irá decidir qual será o momento certo pra mim.Quando for pra ser... Será =)

É isso gente,assim como eu fiz nos meus preparativos de casamento,espero gostar de compartilhar com vocês dessa fase tão única na vida da gente.


Beijos
Luh
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Não retire os créditos - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo