27 de out de 2014

A difícil vida de desejante

Aí gente tem horas que eu me sinto tão perdida!!A impressão que tenho é que comecei esse blog sem saber direito no que estou fazendo.Mentira,eu sei!Mais a verdade é que tem horas que me perco profundamente nesse mix de sentimento que ando tendo.


Comecei esse blog para falar um pouco sobre a minha vontade de ser mãe.Sou desejante a quase dois meses e pelos meus planos serei até maio de 2015.Só aí então serei tentante.É que eu e o marido decidimos que seria melhor começar a encomendar o baby pra cegonha no ano que vem por alguns motivos.Um deles  é que meu marido saiu do emprego dele a alguns meses e queremos que ele se firme bem no próximo que ele encontrar.Também iremos aumentar a casa para poder receber uma criança que precisa de espaço.E o outro motivo é que estamos planejando que o bebê nasça no mês (se possível no mesmo dia) que meu marido - 20/02/2016.Eu sei que esse plano pode falhar,mais...
Acho que tenho um perfil diferente de futura mãe.Não me perguntem o porque,só acho.Uma vez me falaram que quando o instinto materno se aflora não tem jeito de segurar.Acho que é o que está acontecendo comigo no momento.Sinto que esse tal instinto materno está começando a dar sinais de que quer sair... E tá saindo!Dia após dia ele cresce ainda mais.Tem horas que me sinto meio incomodada com essa situação toda porque eu já não consigo pensar em mais nada.Todas as vezes em que eu pensava em qual mês seria, ou não, para um possível começo de me tornar tentante, eu estava pensando somente na minha vida.É meio que egoísta eu sei.Penso em qual mês eu teria menos dívidas, qual mês eu teria mais chances do bebê nascer na data tal, depois de qual mês eu já teria feito isso ou aquilo. Eu, eu, eu. E o bebê? Eu pensei nele em algum momento?
Falei que decidimos por tentar em maio de 2015 mais ando pensando(eu sei,eu estou pensando demais né?) se é o momento certo ou se é só mera ansiedade.E se fosse pra ser só em setembro? Sei que o positivo não é 100% garantido de primeira.Sei também que eu não tenho o controle de nada.Mais e se ao invés de ser em maio o bebê quiser chegar só daqui dois anos? E se ele quiser chegar exatamente agora??
Eu percebo que algo mudou dentro de mim.Já me imagino grávida e com o nenenzinho nos braços.A maternidade está presente nos meus planos desde sempre, eu acho.E revirando o passado lembro que sempre afirmei que seria mãe aos vinte anos.Quando criança sempre brinquei de boneca.Pra falar a verdade brinquei até os meus 15 anos.Minha brincadeira predileta?ser mãe.Ninava uma boneca que nem um bebê de verdade.Dava banho,comida e levava para passear.Eu conversava tanto com as bonecas, que minha mãe dizia que esperava o dia em que elas fossem me responder, rs.
Não sei explicar quando esse sentimento materno surgiu. Sei que é uma vontade muito forte, que só fez crescer depois que me casei – e para minha felicidade, o pai em questão é super a favor do assunto -.É uma vontade tão real que é quase palpável.
Bom,eu e o marido estamos conversando muito a respeito.Sobre um monte de coisa em relação ao nosso futuro,mais claro que o assunto mais falado é do futuro baby.E sabe o que é mais engraçado nisso tudo?É que antes eu não me sentia muito bem em falar sobre meu lado materno,com ninguém,mais ninguém mesmo.E agora o assunto vem se tornando tão natural e real pra mim.E assim chegamos a decisão de um mês ideal para isso. E não que eu me sinta obrigada a decidir e bater o martelo de forma definitiva, tudo pode mudar a qualquer momento, eu sou mestra em mudar os planos.
Parece que o mundo conspira a favor de uma gravidez minha.Eu já cheguei a comentar isso aqui,mais definitivamente o mundo está 'grávido'.Como eu cheguei a essa conclusão?Bom... Daí você sai e pra onde quer que você vá,avista uma grávida,ou uma mulher com recém nascido nos braços.No supermercado,na padaria,na farmácia,no ponto de ônibus e até indo votar.... hahaha.Você finalmente chega em casa,liga a TV para se distrair e nos jornais as notícias são: "mulher engravida de quatruplos".'Artista tal espera o seu segundo filho","Artista Y planeja gravidez em 2015".Como se não parasse por aí você tenta dormir um pouco e seus pensamentos decidi te agoniar só um pouquinho mais e você revira pela cama pensando no bebê que nem existe ainda.A pressão da família também aumentou nos últimos meses.Na verdade depois que me casei essa cobrança já existia.Sabe como é né,é aquela velha história:"Quando você está namorando,te perguntam quando vão casar.Aí quando você se casa,te perguntam quando irão ter os filhos."Notei também uma leve vontade que minha mãe teve em ser avó.Não sei se estou ficando louca,mais tive essa impressão.
Bom... esse assunto de pressão familiar eu deixo para outro dia porque já falei demais para o meu tamanho.


Beijos e até!

12 comentários:

  1. Eu tbm sempre quis ser mae...prova disso sao os relatos dos abortos que tive e mesmo assim lutei pra ter meu filho
    E agora estou nessa de novo..o sentimento de querer ser mamae de novo super aflorado,o marido super a favor tbm...
    Nao vejo a hora de ver meu positivo,eu so nao planejei um mes pra chegada do baby pq sei que pra mim nao ia rolar,,,afinal ja tento a cinco meses e nada ainda..se eu tivesse planejado uma data ela ja estaria perdida rsrsrsrs

    bjo

    ResponderExcluir
  2. Eu sinto tudo isto e um pouquinho mais, tudo que enxergamos é e relação a maternidade e gestação, quantas noite me perdi na cama pensando nos meus momentos de mamãe e quantos foram os sonhos que encantaram minhas noites, onde eu estava de barrigão ou exibindo um lindo troféu um filhão ou filhona lindo(a)... É isto ai mesmo Luh a quando chega é avassalador...

    ResponderExcluir
  3. Posso dizer que o desejo de ser mãe aumenta a cada vez mais, ou seja no seu caso, pode piorar rs

    Acredito que o programar, devido o emprego do seu marido, aumentar a casa, etc, são todos válidos, agora a vinda do baby em 02/2016 é mto complicado pois depende de diversos fatores e o principal é a vontade de Deus que sempre prevalece!

    Mas enfim, se apegue a Deus entregue estes planos nas mãos dele e confie que o melhor será feito para você!

    bjus

    ResponderExcluir
  4. Não desfazendo de seus ´planos, eu sou exatamente assim: planejo, sonho e almejo antes das situações, mas vou te falar o que uma amiga muito querida me falou: filho não precisa de planos, de casa boa, carro, e um monte de outras coisas, criança só precisa de amor e ser esperada. Eu vivia esperando minha vida melhorar e queria engravidar em julho desse ano para o bebê nascer em Abril como meu pai e meu marido, mas engravidei no final de dezembro e a Stella nasceu em Setembro. Lógico que tem de se preocupar, mas quando o bebê vem Deus põe tudo no lugar, pense nisso.

    Quando nosso desejo materno se manifesta é que seguramente estamos prontas

    Bjoos e desculpe a intromissão.

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu!
    Obrigada por acompanhar meu blog, estou seguindo você tbm =)

    bjs

    http://sendomaeaos20.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Luh, deixa eu te contar minha experiência, em 2012 tinha entrado em uma empresa pública através de um concurso temporário de 2 anos, decidi entao que era o momento de engravidar, pois nesse trabalho eu ficava mais tempo em casa e quando saisse de lá para outro emprego meu filho já estaria com 1 aninho, tbm decidi tentar de março para abril, pq queria q o bebe nascesse em dezembro, e em abril de 2013 assim como eu queria, fiquei grávida, mas foi anembrionária e abortei, chorei e sofri muito, 2 meses depois eu já podia tentar novamente, mas decidi que só tentaria depois que meu contrato acabasse e eu já estivesse concursada em outro órgão, meu contrato acaba em dezembro, e em junho deste ano, conforme vontade de Deus, eu engravidei, no início fiquei muito preocupada em ficar desempregada e de não conseguir fazer tudo o que queria para minha filha, mas percebi que tudo o que aconteceu foi para me provar de que podemos fazer nossos planos, mas a resposta vem de Deus. Não se prenda a planos, datas, estabilidade, pq filho é bênção, quando eles chegam em nossas vidas, tudo se encaixa, as portas se abrem, e tudo é perfeito, siga apenas o seu extinto de mãe, a sua vontade e de seu marido.
    Que Deus abençoe vcs.

    ResponderExcluir
  7. Oii, Luh, eu também sou uma quase futura mãe, rs. E também faço planos e também morro de vontade de chutar o balde e largar de planejar e fazer logo, mas, não sei. Um filho é tudo o que queremos, mas também queremos dar o melhor para ele não é verdade, então meu conselho é: Faça quando se sentir segura.
    Quanto a data, eu também planejo, para coincidir com minhas férias, mas aí já é com Deus né? Ele que sabe.
    Vamos tentar segurar a ansiedade juntas! Beijos!

    http://antesdopositivo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá,passando para retribuir a visitinha no seu cantinho e dizer que já estou seguindo seu cantinho tbm,que por sinal é uma graça!Bjinhus duplos!

    ResponderExcluir
  9. Oiee to retribuindo a visitinha *-*

    Olha eu acho suuper bacana planejar esse momento!
    Comigo tanto a primeira gravidez quanto essa foram uma surpresa danada rs...é uma benção,uma delícia,mas se eu pudesse ter esperado mais e planejado eu teria feito sabe?
    É bom porque você já está se preparando pra tudo,vai adaptar todas as áreas da sua vida pra receber um bebê!
    Apesar de tudo isso,se for da vontade de Deus que venha antes,vai vir! rs
    Um Beeijão!

    ResponderExcluir
  10. Olá, estou chegando agora e sou tentante a um mês, acredito que essas inseguranças são normais para todas nós...

    Bjus

    http://esperando-esperar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi sou tentante a um ano e sei bem do que esta falando, da um desespero de não conseguir :'(

    ResponderExcluir
  12. Espero um dia ser mãe. gostei visitar seu blog.

    ResponderExcluir

Todos os comentários passam por moderação pois eu faço questão de ler um a um. Aguarde que logo o seu será aprovado e respondido. E obrigada por comentar, isso é muito especial pra mim.Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!Comente com civilidade e mantenha sua educação!Leve as discussões de maneira sadia!

Obrigada por comentar!

Beijos

Luh

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Não retire os créditos - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo