26 de set de 2016

Medos de se ter um filho | Quanto vai custar?

Olá pessoal!

Hoje eu vou falar de finanças $$

Já faz um tempinho que não falo sobre esse assunto,então vamos trocar uma ideia sobre a pergunta que não quer calar: Quanto custa ter um filho?




Bom,com certeza,você já deve ter se perguntado isso e vamos ser sinceras,aqui entre nós,essa é uma das preocupações que nos tira o sono não é?

Esse post não vai abordar nenhuma fórmula mágica,nem truques ou coisas afins.Vou dar a minha opinião pessoal sobre esse assunto beleza?

Confesso que essa questão de grana me apavora e muito.Hoje,vivemos em um mundo muito capitalista,onde tudo que se faz envolve dinheiro.As coisas estão caras e não acredito que vai mudar nos próximos anos.Você vai fazer a lista do mês,vai fazer a feira,vai pagar as contas e o que te sobra no final do mês?Talvez alguns míseros trocados.

Aqui em casa nós temos uma vida financeira razoável.Gastamos nosso dinheiro com consciência,mas mesmo assim dá aquela apertada.Eu tenho um emprego bacana.Trabalho com eventos,e quando não tem nenhum,lógico que não vai entrar nenhuma bufunfa né .

Meu marido trabalha em empresas por contrato.E tem sido assim a pelo menos os últimos 3 anos.O emprego que ele está hoje vai encerrar o contrato em dezembro,depois disso só Deus sabe o que ele vai pegar.

Com as nossas economias dá pra pagar nossas contas do mês,sair nos finais de semana de vez em quando,ter internet,TV a cabo,e as vezes fazer aquelas comprinhas supérflua como um batonsinho aqui,um sapatinho novo ali e por aí vai.Graças a Deus não pagamos aluguel e isso já nos deixa aliviados.Mais isso é porque ainda somos dois,e quando o baby vier,como vai ser?

Daí vamos precisar do 'sustento' do baby,todas aquelas coisinhas que bebê precisa e que não são poucas!

Junte no pacote: Carrinho,berço,fraldas,enxoval,produtos de higiene,remédios para quando ficar doente,vacinas,bebê conforto, cadeirinha pra carro (ih, mas não temos carro!), carro (agora sim!Maridón está estudando a ideia de comprar um) e adicione também nesse pacote a obra da casa nova e mais um monte de coisa ... Fazendo uma conta por alto,dá um valor de muitos dígitos.

Eu sou a noiada da casa.Sofro por antecipação.As coisas nem aconteceram e eu já fico sofrendo. Maridón já é mais calmo,tranquilo,o oposto de mim.Eu vivo pensando e morrendo de medo: E se Maridón ficar sem emprego? E se eu ficar??? E se eu engravidar nesse meio tempo????

Por hora,as coisas estão sob controle.Estamos fazendo nosso pé de meia,temos um dinheirinho guardado para iniciarmos a obra da casa nova,o que sobra dá até pra começar a montar o enxoval do baby.

Essa coisa de ser adulto tem horas que cansa né?

E eu morro de medo de botar uma pessoa no mundo pra passar por qualquer dificuldade junto comigo.Não tô dizendo que estamos passando por dificuldades,mas nunca saberemos o dia de amanhã.

Eu sempre questiono meu marido quanto aos gastos com nosso futuro baby e ele sempre me responde da seguinte forma: "Amor,se olharmos os gastos,não vamos ter filhos nunca e eu quero deixar o meu legado!" haha... E ele tem razão! Se olharmos os gastos,ninguém mais no mundo teria filho,e eu fico pensando,existem tantas famílias que passam por várias dificuldades financeiras e conseguem criar seus filhos.

O importante agora é concentrar no que realmente é importante (amor, carinho, afeto, saúde, cuidados básicos) e não ter medo de encarar esta aventura. O fato é que um bebê pode custar muitos reais ou quase nada. Tem carrinhos de 100 e de 5mil. Tem bodys de 5 e de 150 reais. Tem leite materno gratuito e por aí vai. Você compra o que seu orçamento te permite, tudo se adapta. O bebê não vai morrer se andar num carrinho que você comprou de segunda mão, podicrê. A gente se vira nos 30, aperta daqui, corta dali e no fim das contas vamos conseguir!

Por mais que tentamos, não conseguimos calcular os riscos de todas as decisões que tomamos. Quando me casei também pensei assim.A gente tá sempre querendo calcular o custo e o risco de viver. E é impossível. Eu sou muito racional e gosto de ter controle das coisas, mas gosto mais ainda de acreditar que devo seguir o sonho e que tudo vai dar certo. A gente pode passar um perrengue um dia, mas no outro, a gente se levanta ;)

3 comentários:

  1. cada escolha uma renuncia :)
    e a vida é assim mesmo... talvez não dê mais pra comprar um batonzinho ou um sapatinho com tanta frequência, mas acho que compensa...
    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Nosso dilema por aqui também rsrs mas com fé em Deus nossos sonhos se realizarão, e com Deus a frente de tudo já deu certo! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Lu, vou te falar que achei que seria muito pior, mas é possível economizar em muitas coisas para o bebê. Acho que o maior gasto é com enxoval, para deixar tudo pronto. E mesmo assim dá pra economizar com isso tb. Depois são as fraldas, que não adianta, tem que comprar fralda boa pq se não vaza tudo...kkk Lenço umedecido também, mas existem muitas promoções para esses produtos. Produtos de higiene duram muito! Um frasco de shampoo e condicionador de 200ml aqui dura quase 7 meses (estou no segundo frasco ainda). Pomada tem que ser boa tb e tb existem promoções. Acho que a única coisa que não economizo é com remédio. Não compro genéricos pq parece que não funcionam...kkk Sei lá! kkk E roupas é a coisa que mais dá pra economizar. Existe muita coisa boa, bonita e barata (principalmente para menina, pelo que observo).
    Essa é a minha percepção.
    Beijos

    ResponderExcluir

Todos os comentários passam por moderação pois eu faço questão de ler um a um. Aguarde que logo o seu será aprovado e respondido. E obrigada por comentar, isso é muito especial pra mim.Eu sempre vou respeitar sua opinião, mesmo que não concorde com ela. Então, por favor, respeite a minha!Comente com civilidade e mantenha sua educação!Leve as discussões de maneira sadia!

Obrigada por comentar!

Beijos

Luh

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Não retire os créditos - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo